Bolsas europeias com ganhos tímidos e Dax a destoar. Petróleo soma e segue – Mercados num minuto

Depois de três semanas em queda, petróleo segue em baixa

O petróleo está a negociar em baixa numa altura em que receios sobre um abrandamento económico e a subida das taxas de juro por parte da Fed esta quarta-feira, se sobrepõem a um aperto na oferta desta matéria-prima.

O West Texas Intermediate (WTI), referência para os EUA e com entrega prevista em setembro, perde 1,13% para 93,63 dólares, depois de ter registado a terceira semana em terreno negativo, pela primeira vez este ano.

Já o Brent do Mar do Norte, “benchmark” para a Europa e com entrega prevista para o mesmo mês, cede 0,92% para 102,25 dólares.

“Por um lado os preços têm estado voláteis, mas espero novas pressões de negociação em baixa para o crude”, indica Vandana Hari, analista da Vanda Insights – “a reunião da Fed vai apenas servir de lembrete para os ventos contra a economia”.

Na semana passada, a União Europeia indicou que ia voltar permitir a exportação de petróleo russo através da UE para países terceiros, uma exceção às sanções aprovadas por estados-membros, com o objetivo de limitar os riscos de uma crise energética mundial. Isto depois de várias petrolíferas europeias terem também parado de negociar petróleo russo com países terceiros.

Ainda assim, no final da semana passada a governadora do banco central russo, Elivra Nabiullina, adiantou que a Rússia não ia exportar petróleo para países que impusessem um limite no preço desta matéria-prima, proposta que está a ser estudada pelos Estados Unidos, como forma de parar o financiamento da máquina de guerra do Kremlin.





Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.