CAPES cria GT e edita revista por equidade de gênero — Português (Brasil)


Cláudia Queda de Toledo, presidente da CAPES, anunciou nesta terça-feira, 8, duas iniciativas da agência voltadas à reflexão e ação efetiva sobre a realidade da mulher na sociedade brasileira. Além de um Grupo de Trabalho (GT) específico para mapear os cenários e propor novas políticas públicas, a Coordenação lançará uma edição comemorativa da Revista Brasileira de Pós-graduação (RBPG).

O Dia Internacional da Mulher, data oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975, simboliza a luta das mulheres por igualdade de condições em relação aos homens. “É preciso provocar e difundir a produção científica para a igualdade de gênero”, declarou presidente da CAPES. “Que o Dia da Mulher seja para nós um dia de assumir compromissos de mudança”, afirmou.

Grupo de Trabalho
O novo GT, criado pela Portaria nº45, tem como finalidade mapear as assimetrias e formular propostas que aumentem a participação e a representatividade feminina nos meios acadêmico e científico brasileiros, especialmente em cargos de liderança em funções públicas e privadas ligadas à pós-graduação.

“Sobram estatísticas que demonstram a baixa participação feminina e são necessárias políticas públicas que corrijam essas exclusões”, explica Cláudia. “A mulher tem sido historicamente discriminada, e é também papel da Ciência, no âmbito da pós-graduação, reverter este quadro”, enfatiza a presidente da CAPES.

No âmbito do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG), o grupo será composto pela presidente e diretores de Relações Internacionais (DRI) e de Programas e Bolsas no País (DPB) da CAPES, além de reitores de instituições de ensino superior de natureza pública, comunitária, confessional e privada. Também terá representantes da magistratura, do Ministério Público, do judiciário, da iniciativa privada, da pesquisa científica, da docência, da sociedade civil e do Congresso Nacional.

“Esse grupo de trabalho manterá diálogos com toda a comunidade científica, e eu convido todos a esse rico debate, enviando suas sugestões ou acompanhando os resultados das nossas discussões”, conclama Cláudia Queda de Toledo.

Revista
Ainda nesta terça-feira, 8 de março, a CAPES lançou chamada pública para edição especial da Revista Brasileira de Pós-Graduação (RBPG) pelo Dia Internacional da Mulher. Até 30 de abril, a Fundação receberá artigos que discutam ou analisem os papéis da cientista, da professora e da pesquisadora na construção da ciência, da tecnologia e da inovação no Brasil, bem como no desenvolvimento do Sistema Nacional de Pós-Graduação (SNPG).

A Fundação avaliará os textos recebidos em maio, reservando o mês seguinte para edição e diagramação da revista. A publicação, que será de oito a 12 trabalhos selecionados, está prevista para julho. As regras para submissão dos artigos constam nas diretrizes para autores do site da RBPG. Renato Carvalheira do Nascimento, editor assistente da RBPG, lembra que ao enviar o documento, é preciso identificá-lo como pertencente à edição comemorativa.

Sobre a RBPG
A RBPG foi criada como um instrumento para a disseminação do conhecimento científico desenvolvido na pós-graduação brasileira. Desde 2004, a publicação vem sendo consolidada como um espaço de debate sobre políticas públicas de educação superior no País, por meio da divulgação de artigos acadêmicos e científicos.

Legenda das imagens:
Banner e imagem 1: Imagem ilustrativa (Foto: iStock/Gorodenkoff)
Imagem 2: Cláudia Queda de Toledo, presidente da CAPES (Foto: Thaís Mesquita – CCS/CAPES)
Imagem 3: Montagem com algumas capas da Revista Brasileira de Pós-Graduação – RBPG (Foto: CCS/CAPES)

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) é um órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC).
(Brasília – Redação CCS/CAPES)
A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura CCS/CAPES





Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.