Intel: ações despencam 10% após relatório financeiro decepcionar


Nesta quinta-feira (28), as ações da Intel despencaram 10% nas sessões estendidas de negociação, após a divulgação de seu relatório de rendimentos. O documento revela que a empresa não alcançou o lucro previsto de US$ 17,92 bilhões “por pouco”, cerca de 16,97% ou US$ 2,6 bilhões, no segundo trimestre desse ano.

Fechando o período com lucros de “apenas” US$ 15,32 bilhões, a Intel registra uma baixa ano-a-ano de 22%. Em uma conferência virtual com analistas, o CEO da empresa, Pat Gelsinger, declarou que o período pós-pandemia foi o principal responsável pelo desempenho alcançado — já que enfrenta um cenário de freamento na economia, em razão da crescente inflação.

Para o final do ano, a Intel reajustou suas expectativas de rendimento para US$ 68 bilhões, valor significativamente menor que os anteriores US$ 76 bilhões previstos pelos especialistas, no trimestre passado.

Linha de GPUs dedicadas “Intel Arc” não conseguiu salvar os rendimentos da Intel no segundo trimestre desse ano. (Fonte: Aroged / Reprodução)Fonte:  Aroged 

Queda generalizada no mercado de PCs

Possivelmente, um dos principais motivos para a queda no rendimento financeiro da Intel pode estar correlacionado com a minimização do mercado geral de computadores. Assim como no caso da Microsoft, a Intel também precisou lidar com as significativas baixas nas vendas de equipamentos para pequenas e médias empresas.

Nesse contexto, a empresa de pesquisa Gartner detalhou uma queda de 13% nas vendas de PCs, durante o segundo trimestre deste ano — problema resultante do aumento geral dos custos de operação. No entanto, o chefe de finanças da Intel, David Zinsner, acredita que o problema já encontrou seu fundo. Segundo ele, o aumento das vendas sazonais no final do ano e o aumento nos preços devem nivelar os lucros líquidos da empresa para entre 51% a 53%.



Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.