Juros futuros recuam com investidores globais temendo recessão | Finanças


Os investidores seguem monitorando as perspectivas de desaceleração da atividade econômica nos Estados Unidos, Europa e China, ao mesmo tempo em que parecem reavaliar as projeções de um aperto monetário mais duro por parte do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

Neste contexto, os últimos dias foram marcados por uma retirada de prêmio da curva, o que tem estimulado apostas na queda nas taxas de juros tanto no Brasil quanto no exterior, em dinâmica que teve sequência nesta segunda-feira.

Assim, no horário de fechamento da sessão regular, às 16h, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2023 foi a 13,78%, de 13,79% do ajuste da última sexta-feira (29); a taxa do DI para janeiro de 2024 recuou a 13,255%, de 13,34%; a taxa do DI para janeiro de 2025 caiu a 12,555%, de 12,67%; e a taxa do DI para janeiro de 2027 anotou queda a 12,48%, de 12,61% do ajuste do pregão anterior.



Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.