Lucro líquido da General Motors cai 40,3% no 2º tri para US$ 1,69 bi | Empresas


A General Motors (GM) registrou lucro líquido de US$ 1,69 bilhão no segundo trimestre, queda de 40,3% na comparação anual. As receitas entre abril e junho somaram US$ 35,7 bilhões, alta de 4,65% sobre o mesmo período de 2021, sustentadas por crescimento nos volumes e preços.

“Fica claro que estamos operando em um mercado dinâmico que apresenta tanto desafios quanto oportunidades para a companhia”, diz Mary Barra, diretora-presidente da GM, em nota. “Estamos com volumes menores por conta da escassez de semicondutores, mas entregamos resultados robustos mesmo assim.”

A montadora entregou 1,42 milhão de veículos no segundo trimestre, queda de 19,1% na comparação anual. Na América do Norte, as entregas caíram 13,4%. Na China, a queda foi maior, de 35,5%. No entanto, na América do Sul as entregas subiram 21,5%, a 107 mil veículos, sendo que no Brasil a alta foi de 32%, a 66 mil veículos.

De acordo com a companhia, os resultados mostram a capacidade de repassar preços aos consumidores, se aproveitando da manutenção da demanda e baixos estoques em concessionárias, ainda pressionado pelos problemas na cadeia logística. A GM espera continuar navegando o cenário nos próximos trimestres.

A GM manteve as metas previamente estabelecidas, incluindo lucro líquido entre US$ 9,6 bilhões e US$ 11,2 bilhões no ano, Ebit entre US$ 13 bilhões e US$ 15 bilhões, além de lucro por ação ajustado entre US$ 6,50 e US$ 7,50.

De acordo com a agência FactSet, a companhia teve receita acima do consenso do mercado de US$ 33,1 bilhões, mas o lucro ajustado no trimestre de US$ 1,14 por ação veio abaixo da expectativa de US$ 1,33.

— Foto: David Paul Morris/Bloomberg



Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.