Mudança na lei eleitoral e orçamento secreto diminuem renovação

Diferentemente do que ocorreu em 2018, o clima antissistema, hoje, é baixo, o que tende a comprimir a taxa de renovação. Em alta estará a tendência à reeleição PL, PP e PT serão, não necessariamente nessa ordem, os partidos que mais devem crescer nas eleições proporcionais deste ano: as disputas para deputado federal e deputado estadual. No sentido oposto, agremiações médias sem vínculo forte com o governo e partidos pequenos sem identidade ideológica bem demarcada tendem a perder. Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro.



Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.