O que é a resolução que Bernie Sanders pretende aprovar no Senado dos EUA em defesa da democracia no Brasil | Mundo

[ad_1]

O político democrata Bernie Sanders quer que o Senado dos Estados Unidos mostre oficialmente apoio à democracia brasileira e à realização de eleições livres e justas no pleito presidencial, de acordo com uma entrevista concedida por ele ao site americano Politico. Na conversa, o político afirmou que, em agosto, apresentará um projeto de resolução para que o Senado dos EUA se manifeste sobre o assunto.

O senador por Vermont disse que a ideia é apoiar o candidato que vencer as próximas eleições presidenciais de forma justa e livre, independente do resultado. A resolução também pedirá aos EUA que rompam os laços com o Brasil, caso o país seja liderado por um regime ilegítimo.

Se Jair Bolsonaro, Luiz Inácio Lula da Silva ou qualquer outro ganhar a presidência legalmente, não há necessidade de uma mudança na relação EUA-Brasil – afinal, seria a vontade do povo.

“Seria inaceitável que os Estados Unidos reconhecessem e trabalhassem com um governo que realmente perdeu a eleição. Seria um desastre para o povo do Brasil e enviaria uma mensagem horrível para o mundo inteiro sobre a força da democracia”, afirmou o norte-americano.

A resolução proposta por Sanders, entretanto, é não-vinculante, ou seja, não implica em ações práticas obrigatórias. Na prática, são criadas para manifestar uma opinião conjunta da casa legislativa.

“Isso é um começo”, disse Sanders. “É importante que o povo brasileiro saiba que estamos do lado deles, do lado da democracia e que podemos ir mais longe.”

O norte-americano também contou ter enviado parte do texto para seus colegas de Washington. Sanders disse que já recebeu apoio dos democratas para a medida, mas que, até agora, nenhum membro do Partido Republicano se manifestou.

[ad_2]

Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.