O que se sabe sobre o suspeito do assassinato de Shinzo Abe, ex-primeiro-ministro do Japão | Mundo


O homem acusado de assassinar o ex-primeiro-ministro japonês Shinzo Abe foi preso e identificado como Tetsuya Yamagami, desempregado de 41 anos. A polícia diz que ele admitiu ter atirado em Abe com uma arma caseira em um comício na sexta-feira.

Montagem mostra seguranças derrubando assassino de Shinzo Abe — Foto: BBC/EPA

Yamagami explicou à polícia que ele serviu na Marinha Japonesa, a Força Marítima de Autodefesa, por três anos, a partir de 2002. Ele trabalhou recentemente em uma fábrica no oeste do Japão por cerca de um ano e meio, mas pediu demissão em maio de 2022, segundo relatos da mídia local.

“Sua atitude em relação ao trabalho nunca foi um problema. Estou surpreso”, disse o ex-gerente da fábrica ao jornal Mainichi Shimbun. Yamagami conversou com a polícia após o ataque de maneira “clara e precisa”, segundo autoridades japonesas.

  • Por que assassinato do ex-premiê pode mudar Japão para sempre
  • O que Shinzo Abe fez nos últimos momentos antes de ser assassinado

Ex-colegas de ensino médio entrevistados pela emissora pública NHK comentaram que o suspeito era uma pessoa calma, mas não solitária. Era bom na prática de esportes e estudos acadêmicos.

“O suspeito afirmou que tinha rancor de uma organização em particular e disse que cometeu o crime porque acreditava que o ex-primeiro-ministro Abe tinha uma conexão com ela”, disse a polícia na sexta-feira.

Os agentes não informara o nome da organização, mas a mídia japonesa afirma que seria um grupo religioso, citando fontes investigativas. A NHK e o Mainichi Shimbun destacaram que a família de Yamagami enfrentou problemas após doações financeiras de sua mãe para a organização.

Yamagami originalmente planejava atacar o chefe do grupo, mas depois mudou o foco para Abe, que ele acreditava ter promovido a organização no Japão, de acordo com a Kyodo News, também citando fontes investigativas anônimas.

Selo assassino de Shinzo Abe — Foto: Arte/g1

Yamagami disse que usou uma arma feita à mão para realizar o ataque, e imagens da cena mostraram uma arma básica, quadrada e de cano duplo coberta com fita preta resistente.

A polícia revistou sua casa e disse ter apreendido “vários itens feitos à mão, incluindo armas”. Suspeita-se que pelo menos uma das armas tenha sido fabricada há vários meses, disse a agência de notícias Jiji. A Jiji também informou que, quando esteve na Marinha japonesa, Yamagami participou de exercícios de tiro com munição real.

Autoridades disseram que Yamagami descobriu pela internet que Abe faria uma visita à cidade de Nara e acredita-se que o suspeito pegou um trem para a estação onde o ex-primeiro-ministro estava fazendo um discurso. Em imagens divulgadas do momento dos disparos, Yamagami usa calça marrom e camisa cinza. Sua boca e nariz estão escondidos por uma máscara cirúrgica branca, e ele usa óculos de aros estreitos sob uma franja longa.

Ele estava usando uma bolsa de ombro da qual aparentemente tirou a arma, antes de deixá-la cair no chão quando foi detido.

Assassino diz que atirou em Shinzo Abe por acreditar que ex-premiê pertencia à organização que ele odiava



Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.