Primeiro deputado conservador anuncia candidatura para suceder Boris Johnson no Reino Unido | Mundo


O deputado britânico Tom Tugendhat anunciou nesta quinta-feira (7) que pretende concorrer à sucessão de Boris Johnson. Assim, ele dá início à disputa pelo poder à frente do Partido Conservador após a renúncia do atual primeiro-ministro.

Tugendhat é o chefe da comissão de Assuntos Exteriores no Parlamento britânico. A confirmação de sua candidatura veio em uma coluna no jornal “The Daily Telegraph”.

  • Sandra Cohen: Defenestrado, Johnson finalmente capitulou, deixando governo acéfalo e disfuncional para seu sucessor
  • Boris Johnson: por que ele renunciou, mas pôde continuar como primeiro-ministro do Reino Unido?

Boris Johnson renunciou: e agora?

O deputado já havia dito que pretende liderar o Partido Conservador para conseguir uma “coalizão ampla” e iniciar de “um novo ponto de partida”.

“Já servi antes, nas Forças Armadas e agora no Parlamento. Agora espero responder ao chamado mais uma vez como primeiro-ministro”, escreveu.

Tugendhat havia dito que se apresentaria a qualquer disputa pela liderança.

Ele é favorável à linha dura com a China e tem criticado a gestão governamental das retiradas de tropas no Afeganistão.

O prazo para nomear o substituto de Johnson será definido na próxima semana.

Dirigentes do partido esperam concluir a disputa em duas fases antes de o Partido Conservador realizar sua conferência anual, em outubro.

Na primeira fase, os 358 membros conservadores do Parlamento reduzem a lista de indicados a dois, mediante rodadas de votação nas quais o candidato menos votado é eliminado a cada vez.

Participam da segunda fase dezenas de milhares de militantes do partido, que escolhem o vencedor em votação secreta.

Veja os vídeos mais assistidos do g1



Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.