Primeiro navio de bandeira estrangeira chega à Ucrânia desde o início da guerra com a Rússia | Mundo


Foto mostra o navio-cargueiro Fulmar S, que tem bandeira de Barbados, no Mar Negro, ao norte do Estreito de Bósforo, em Istambul, na Turquia, em 5 de agosto de 2022 — Foto: Mehmet Emin Caliskan/Reuters

O primeiro navio de bandeira estrangeira a chegar à Ucrânia desde o início da guerra com a Rússia, em fevereiro, atracou neste sábado (6) no país e será carregado com grãos, disse o ministro da Infraestrutura local, Oleksandr Kubrakov.

  • Compartilhe esta reportagem no WhatsApp
  • Compartilhe esta reportagem no Telegram

A Ucrânia está começando a retomar as exportações de grãos em um esforço supervisionado por um Centro de Coordenação Conjunta em Istambul, onde funcionários russos, ucranianos, turcos e da Organização das Nações Unidas (ONU) estão trabalhando.

Kubrakov afirmou que o navio de carga geral Fulmar S, com bandeira de Barbados, está no porto ucraniano de Chornomorsk.

“Estamos fazendo todo o possível para garantir que nossos portos possam receber e movimentar mais navios. Em particular, planejamos atingir o nível de pelo menos três a cinco navios por dia em duas semanas”, escreveu no Facebook.

A Ucrânia pretende embarcar 3 milhões de toneladas por mês de seus portos do Mar Negro, declarou.

Cerca de 20 milhões de toneladas de grãos das safras do ano passado ainda estão presas no país.

O porta-voz do secretário-geral da ONU, Stephane Dujarric, disse que espera “mais saídas amanhã [domingo, 7]”.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse esperar mais “regularidade”: “Quando um navio sai de um porto, outros devem estar esperando sua vez, sendo carregados ou chegando a um porto”.

Na terça-feira (2), o primeiro carregamento autorizado desde o início da guerra chegou a Istambul. Isso só foi possível por causa de um acordo assinado em julho entre os governos da Ucrânia e Rússia para tentar aliviar a crise alimentar mundial (veja mais no vídeo abaixo).

A Turquia e a ONU participaram desse arranjo para desbloquear portos ucranianos e aliviar os mercados agrícolas.

Primeiro navio de grãos desatraca no porto de Odessa

  • Biden enfrenta dilema na troca da atleta Brittney Griner por um criminoso de armas russo
  • Como a invasão da Ucrânia destruiu o sistema de saúde do país

VÍDEOS: para assistir agora



Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.