Volume de negócios na indústria cresceu 29% em maio à boleia da inflação – Indústria

O volume de negócios na indústria registou uma subida homóloga nominal de 29% em maio, segundo os dados divulgados esta sexta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Em comparação com 2021, o volume de negócios aumentou 10,3 pontos percentuais, refletindo o aumento dos preços na indústria.

Os bens intermédios e a energia foram os que deram “os contributos mais expressivos” para a variação do índice agregado. Só os bens intermédios registaram um crescimento homólogo de 30,7%, enquanto a energia subiu 49% quando comparada com os valores de há um ano.

Excluindo a energia, as vendas na indústria cresceram 24,1% face a igual período do ano passado, depois terem subido 11,9% em abril. No mercado nacional, as vendas na indústria cresceram 26,1% em termos homólogos, enquanto no mercado externo registaram um aumento homólogo de 32,9%. 

O INE indica que essa evolução no volume de negócios da indústria foi “significativamente” influenciada pelo “crescimento dos preços”, cujo índice aumentou 24,5% em maio, bem como pelo “maior número de dias úteis nos meses comparáveis de 2022 (19 em abril e 22 em maio de 2022 e 21 em ambos os meses de 2021)”. 

Já o emprego e as remunerações registaram aumentos homólogos de 3,2% e 7,4% em maio, respetivamente. Enquanto isso, as horas trabalhadas “passaram de uma redução de 0,1% em abril para um aumento de 3,9%”.





Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.