Wall Street abre semana com perdas ligeiras – Bolsa

Wall Street encerrou o primeiro dia de negociação de agosto em terreno negativo, depois de em julho ter registado o melhor mês desde novembro de 2020. O dia ficou marcado pela divulgação de dados sobre a atividade industrial nos Estados Unidos e comentários de membros da Reserva Federal norte-americana.

O ISM divulgou dados que dão conta de uma desaceleração no setor da indústria transformadora, que viu a atividade descer para mínimos de junho de 2020, à medida que as encomendas vão diminuindo e o “stock” vai aumentando – o que pode ser um indicador de uma desaceleração económica, depois da subida das taxas de juro por parte da Fed

Ao mesmo tempo, comentários de membros da autoridade monetária norte-americana, que reiteraram que as taxas de juro vão ter de continuar a subir para voltar a colocar a inflação nos 2%, levaram também Wall Street a terreno negativo. Ainda assim, as perdas foram ligeiras, já que o sentimento dos investidores tem melhorado com os resultados trimestrais nos Estados Unidos melhores que o esperado.

O industrial Dow Jones cedeu 0,14% para 32.799,18 pontos, enquanto o “benchmark” mundial S&P 500 perdeu 0,28% para 4.118,62 pontos. Por seu lado, o tecnológico Nasdaq Composite desvalorizou 0,18% para 12.368,98 pontos.

“Julho ofereceu um bom alívio, numa interpretação mais leve dos comentários da Fed e resultados das tecnológicas que não foram tão maus quanto era esperado, mas não é surpreendente vermos uma retração depois desse tipo de performance”, adianta Dana D’Auria, analista da Envestnet, à Bloomberg.

“Ainda estamos a enfrentar um ambiente de subida das taxas de juro e uma economia que está provavelmente em recessão técnica”, esclareceu.





Source link

Deixe o seu comentário


O seu endereço de email não será publicado.